Tratamentos

Depilação definitiva a laser (Light Sheer)

1326126269560

Depilação a laser é uma técnica de remoção progressiva dos pêlos feita através da energia luminosa do laser. É um dos métodos mais eficientes para quem deseja se livrar de vez dos pêlos indesejáveis. A técnica elimina até 80% dos pêlos, deixando a pele saudável e esteticamente mais lisa e agradável.

Indicações

A depilação a laser pode ser feita por qualquer pessoa que se incomode com seus pêlos ou com os outros métodos de depilação, como a cera e a lâmina. Há indicações especiais para casos de pseudofoliculite (pêlos encravados) tanto em virilha, que acaba manchando a região, quanto rosto, pernas ou qualquer outra região do corpo. O método é indicado para: sobrancelha, buço, costas, axilas, virilha, pernas, coxas, abdome e peitoral.

Pessoas de pele branca com pêlos grossos e escuros respondem melhor à depilação a laser, mas isso não quer dizer que quem não se enquadra nestas características, não possa fazer depilação a laser.  A exceção é para quem têm os pêlos brancos, ruivos e loiros, já que a luz do laser é atraída pela cor presente nos pêlos. 

Como é feita a depilação a laser?

Na depilação a laser, o alvo é a melanina, substância responsável pela coloração do bulbo e da haste do pêlo. Durante a sessão, o laser dispara um feixe de luz sobre a pele, que é atraída e absorvida pela melanina. Essa energia térmica destrói ou retarda a capacidade do folículo de produzir um novo fio. 

O ciclo de crescimento de um fio consiste em três fases de desenvolvimento: a fase de crescimento (anágena), a fase de transição (catágena) e a fase de repouso (telógena). Os pêlos de uma determinada região estão em diversas fases de desenvolvimento. O laser atua apenas no fio que está na fase de crescimento. Por isso, são necessárias algumas sessões do laser, para que os todos os pêlos da região tratada sejam atingidos nesta fase.

Quantas sessões são necessárias?

Em média, são recomendadas 5 sessões com intervalos a cada 30 ou 45 dias para que se obtenha o efeito esperado. E pode ser necessária uma sessão de manutenção anual.  Mas isso depende do tipo de pele, da espessura e do tamanho dos pêlos. "Quanto mais escuro o pêlo, melhor o resultado com o laser", explica o Dr Felipe Meletti

É um método definitivo ou os pêlos podem voltar a crescer?

A depilação a laser é um método que destrói o folículo. Contudo, é possível que apareçam novos pêlos, muito mais finos, claros e em menor quantidade. Se isso acontecer, basta uma sessão de manutenção para garantir que nenhum pêlo fique visível. As áreas que têm maior influência de ação hormonal como barba, axilas e virilha são as mais comumente atingidas.

Existem células chamadas stem cells (ou células totipotenciais) que podem produzir um novo pêlo. Estas células não morrem durante a depilação a laser pois não possuem melanina, a substância responsável pela captação da energia. Algumas alterações hormonais, causadas pela gravidez, o início da menstruação e o uso de medicações, podem estimular essas células a originar novos pêlos. Segundo a literatura, pode ser esperada uma redução de 74 a 84% dos pêlos a longo prazo (em média 18 meses).

Profissionais que podem fazer

A legislação não define quais são os profissionais aptos a aplicar a depilação a laser. No entanto, a recomendação é que seja feita uma avaliação por um médico dermatologista antes de iniciar o tratamento. Esse profissional pode avaliar criteriosamente sua pele e definir qual é o melhor tratamento para ela. Na Clínica Felipe Meletti, você faz uma avaliação com médicos que irão orientar sobre o procedimento de acordo com o seu tipo de pele.

Cuidados antes de se submeter à depilação a lasertopo

O paciente deve evitar pegar sol ou fazer qualquer procedimento estético que estimule a produção de melanina. Também, não se deve retirar os pêlos com pinça ou cera no mês antecedente a aplicação do laser. Antes da sessão é feita a retirada dos pêlos com lâmina de barbear.

Em geral, o procedimento é bem tolerado. Porém, algumas pessoas mais sensíveis a dor podem sentir um desconforto durante as sessões. Para amenizar essa sensação, utiliza-se cremes anestésicos 40 minutos antes das aplicações.  

Cuidados após a depilação a laser

A pessoa não deve se expor ao sol, deve usar protetor solar com FPS mínimo de 30 e sempre seguir as recomendações do médico. Recomenda-se o uso de loções calmantes logo após a sessão e no período de recuperação da pele após a depilação a laser.

Contra indicação a realização da depilação a laser

Gestantes e pessoas com infecções ativas nas áreas a serem tratadas não podem realizar a depilação a laser. Caso haja o crescimento repentino de pêlos, deve ser realizada investigação hormonal anteriormente

 

Ligue Agora e Solicite uma Consulta:

  • (54) 3025.6706
  • (54) 3419.6708
  • (54) 99192.8750

« Voltar para Centro de Tratamento a laser