Novidades em Doenças de Pele, Saúde e Estética


0

Voltando no tempo

No jornal Pioneiro deste final de semana, Dr. Felipe Meletti escreveu sobre rejuvenescimento facial através dos fios de sustentação. Abaixo você confere o artigo na íntegra.

 

Voltando no tempo

 

Não há quem não queira fazer as pazes com o espelho, ver novamente refletida a imagem que deixou para trás há alguns anos. Mas já imaginou uma técnica em que não seja necessário fazer cortes, em que não haja sangramentos e cujo resultado seja praticamente imediato? É  isso que acontece com o lifiting facial através dos fios de sustentação. Você "volta no tempo", redefinindo seu rosto, reduzindo as rugas e recuperando o volume por meio de uma técnica minimamente invasiva, feita em torno de uma hora.

No processo de envelhecimento facial, ocorre perda do colágeno e flacidez dos tecidos de sustentação da face. Quando esse processo está no início, por volta dos 40 a 50 anos, quando a flacidez é leve, é possível atenuá-la, através dos fios de sustentação, que podem ser absorvíveis (mais utilizados, degradados em torno de 1 ano e meio a 2 anos) ou inabsorvíveis (permanecem na face e seu efeito é duradouro, dependendo apenas da velocidade de envelhecimento de cada indivíduo). As principais indicações desses fios de sustentação são:

– Ptose (queda) da pele de terço médio da face.

– Ptose da linha mandibular.

– Ptose do supercílio.

– Flacidez da pele do pescoço.

– Perda do volume malar.

Esse implante dos fios de sustentação é realizado no consultório, com anestesia local, sem necessidade de internação. Os fios colocados na face ficam alojados na camada de gordura, não causando ondulações na face e não sendo visíveis ou palpáveis. Os pontos de entrada e saída dos fios na pele fecham-se imediatamente após o procedimento. Em média, são colocados entre 4 a 8 fios, dependendo da flacidez. A elevação do tecido é observada de imediato, sendo que o resultado final é alcançado em um prazo de 40 a 60 dias, período de acomodação dos fios nos tecidos.

Além disso, todos os fios induzem a formação de colágeno em volta deles, dando um efeito adicional de sustentação em até 18 meses. Porém, existem casos em que eles não têm uma boa indicação, como quando há excesso de tecido adiposo na face, excesso de pele devido ao envelhecimento avançado ou pele muito fina, com falta de tecido adiposo. Por conseguinte, faz-se imprescindível a avaliação do médico especialista para a recomendação do procedimento.

Por fim, associar os fios de sustentação com toxina botulínica (botox) e preenchedores em pacientes que apresentem graus de flacidez facial de leve a moderado permite que o envelhecimento seja tratado de forma ampla e global, conferindo resultados otimizados. Nesse caso, outros procedimentos mais invasivos de rejuvenescimento se tornam praticamente dispensáveis, facilitando as pazes com o espelho e "voltando no tempo", um resgate imediato de juventude e de autoestima.

 

Dr. Felipe Meletti

« Voltar para a listagem do Blog


Comentários estão indisponíveis.