Estrias

Estrias são lesões causadas pelo estiramento excessivo da pele, em que há o rompimento de fibras colágenas e elásticas. As estrias recentes possuem a coloração rosada ou arroxeada, são acompanhadas por um processo inflamatório local e podem apresentar discreta coceira. Já as antigas, são brancas e possuem um grau de atrofia mais intensa, não havendo inflamação. Nas pessoas de pele morena ou negra, as estrias podem aparecer com uma coloração mais escura.
Os locais mais comumente acometidos pelas estrias nas mulheres são os flancos, coxas, glúteos, abdome e nos seios. Já nos homens, são os ombros, braços e costas.

Causas
Elas ocorrem, geralmente, quando há aumento abrupto do volume corporal: gravidez, aumento de peso, colocação de próteses de silicone, uso de anabolizantes ou por alterações hormonais. O uso prolongado de tratamentos com corticóides, tanto tópico quanto oral, podem desencadear o surgimento delas. Lembrando sempre que fatores genéticos também estão envolvidos.

Prevenção
A melhor prevenção é evitar os fatores que podem levar ao seu surgimento. Então, é fundamental manter o peso constante, evitar o uso prolongado e inadvertido de corticóides e evitar o uso de anabolizantes. E claro, apostar na hidratação da pele.

Tratamento
Como são lesões irreversíveis é importante lembrar que não há cura total, mas significativa melhora da aparência delas. Os tratamentos disponíveis possuem  a capacidade de melhorar o aspecto estético das estrias e sua eficácia dependerá da fase da estria, do local de acometimento e da sua espessura (larga ou fina). Além disso, fatores individuais como genética, a idade e a raça influenciam no sucesso do tratamento.

Em relação aos tratamentos, preconiza-se que seja feito o mais precoce possível (estria arroxeada). Essa precocidade interfere diretamente no resultado estético final. Na grande maioria das vezes para se chegar a um resultado satisfatório é necessário a combinação de vários procedimentos:

 

Sellas-2Laser de CO2 fracionado

É um dos procedimentos mais eficientes e utilizados no tratamento de estrias. Ao emitir pequenos feixes de luz, o laser retira a parte danificada da pele, estimula a produção de colágeno e elastina, proporcionando em poucas sessões uma aparência mais uniforme, levando a diminuição do tamanho e da espessura das estrias.

 

LIP estriasLuz intensa pulsada (LIP) 

Método em que um aparelho gera uma energia que é convertida em feixes de luz que tem efeitos específicos sobre as camadas da pele. Ideal para ser utilizado nas estrias recentes, atuando na estimulação da produção de colágeno e elastina e na diminuição da microcirculação local, uma vez que promove o fechamento dos microvasos locais. Faz com que haja uma contração da estria, o que leva a uma diminuição do diâmetro e suavização da cor. Em média são necessárias 3 sessões.

 

peelingPeelings químicos 

Procedimento realizado a partir da aplicação de produtos químicos na pele que promovem a eliminação das camadas danificadas da epiderme, estimulam a renovação das células, melhoram a irrigação sangüínea e a textura da pele. Também estimulam a produção de colágeno e elastina o que atenua o aspecto da estria. A melhora é rapidamente percebida em poucas sessões.

 

subcisao estriasSubcisão 

Técnica cirúrgica usada para a correção de rugas e sulcos da face, cicatrizes deprimidas e outras alterações do relevo cutâneo. Nestas alterações, a pele encontra-se retraída por septos de fibrose abaixo da superficie da pele. Com a técnica, as traves fibrosas subcutâneas são seccionadas (cortadas) para liberar a tração que elas exercem sobre a pele. Também são seccionados vasos sanguíneos, presentes junto aos septos, resultando na formação de hematomas. Esses hematomas, estimulam a formação de um novo tecido conjuntivo, que vai atuar preenchendo o local tratado e redistribuindo a gordura, as forças de tração e de tensão.

 

microdermoabrasao corporal-crop-u5278Dermoabrasão 

Procedimento em que se utiliza uma ponteira diamantada que promove a remoção mecânica da camada superior da pele, o que melhora a circulação sangüínea superficial, estimula a formação de colágeno, elastina e ácido hialurônico, levando a suavização das estrias. Este método pode ser associado ao peeling químico com excelentes resultados.

 

 

meso estriasMesoterapia 

Tratamento que consiste na aplicação de um combinado de substâncias na derme ou no tecido subcutâneo (gordura) através de microagulhas com o objetivo de promover a quebra de gordura, estimulação de células fibroblásticas para a produção de fibras de colágeno, aumento da drenagem linfática e microcirculação local. Pela via intradérmica, os medicamentos não tem o risco de serem metabolizados antes de chegarem ao local de ação, o que proporciona um tratamento mais efetivo e rápido. O número de aplicações depende de cada caso, bem como da região do corpo a ser tratada, da idade do paciente e da intensidade do problema. Elas podem ser feitas 1 vez por semana ou a cada 15 dias, pois a ação dos remédios podem durar alguns dias. A mesoterapia é um método que demonstra resultados positivos e pode ser realizada em praticamente todos os locais do corpo.

 

Ligue Agora e Solicite uma Consulta:

  • (54) 3025.6706
  • (54) 3419.6708
  • (54) 99192.8750

« Voltar para Procedimentos Estéticos