Apague as manchas hormonais

img02-05-2014

Os melasmas têm dois inconvenientes: são difíceis de clarear e podem voltar rapidamente. Mas dá para se livrar deles combinando técnicas que atacam em várias frentes.

Cosmético clareador

A estrela aqui é a hidroquinona a 4% (acima dessa concentração, ela irrita a pele e, abaixo, não funciona). “O produto também é indicado para bloquear a produção de melanina em mulheres de 30 e 40 anos. A diferença é que nas de 50 ele é apenas parte do tratamento”, esclarece a dermatologista Fernanda Casagrande. Ela lembra que a substância só pode ser usada por até seis meses para não haver o risco de ela matar os melanócitos, que são os produtores da melanina, e provocar manchas brancas irreversíveis.

Número de aplicações – Duas vezes por dia por, no máximo, seis meses.

Peeling

O mais indicado é o cosmelan, que associa ácidos que promovem a renovação celular, caso do retinoico e do salicílico, e ativos despigmentantes, como o kójico e o fítico. “Os dois primeiros descamam a pele, facilitando a penetração dos outros dois, que destroem o pigmento escuro”, explica a médica.

Número de sessões – Cinco, sendo uma a cada 15 dias.

Laser de erbium fracionado

É outro tratamento conhecido das mais jovens, só que nesse caso ele vem cerca de 30% mais potente e com maior número de aplicações (são cinco contra três, em média). Funciona assim: o aparelho dispara feixes de luz da espessura de um fio de cabelo que, ao penetrar profundamente no tecido, criam uma coluna de coagulação que vai expulsando o pigmento aos poucos.

Agende já um horário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!