Como combater as estrias?

Para vencer qualquer batalha, primeiro é preciso conhecer o inimigo. E, em se tratando de estrias, saiba que existem três tipos: as vermelhas ou arroxeadas; as brancas, superficiais e estreitas; e ainda as brancas, profundas e largas. De forma geral, elas aparecem quando é exigido da pele um estiramento muito rápido. Isso acontece durante a fase de crescimento, na gravidez, quando a mulher engorda muito ou aumenta os seios com uma prótese de silicone grande demais.

As vermelhas ou arroxeadas são as mais fáceis de tratar, pois são recentes – a cor indica que o tecido não foi totalmente prejudicado e há sangue circulando no local. Com o passar do tempo, as linhas vão perdendo gradualmente a tonalidade até se tornarem esbranquiçadas. Nessa fase, o tratamento, para dar bons resultados, precisa ser mais intenso e provocar uma agressão na pele para que ela reaja produzindo mais colágeno e elastina, que farão a cicatrização interna das estrias. Por outro lado, quando essas estrias também são largas e profundas, há necessidade de métodos mais invasivos para estimular o preenchimento dessas linhas de dentro para fora.

Tratamento para estrias vermelhas

Para o tratamento das estrias vermelhas, pode-se recorrer à:

•         Esfoliação da pele: consiste em eliminar células mortas e uma fina camada de pele, favorecendo a formação de uma nova camada.

•         Creme para estrias: o uso de um bom creme para estrias, prescrito por dermatologista ajuda a manter a pele devidamente hidratada, e quando este contém substâncias como vitamina A, C, D e E, favorece a regeneração tecidual e renovação de toda a pele, eliminando as estrias. Outra boa opção são cremes à base de ácido retinóico, também prescritos pelo dermatologista.

Tratamento para estrias brancas

Para o tratamento das estrias brancas, pode-se recorrer à:

•         Laser de CO2: pode ser utilizado nas estrias, com o intuito de formar novas fibras de colágeno, diminuindo o tamanho e a espessura das estrias.

•         Peeling de ácido retinóico: na concentração ideal, pode ser aplicado diretamente nas estrias, promovendo a retirada de células mortas, estimulando a produção do colágeno, melhorando o aspecto das estrias.

Ficou interessada? Agende uma consulta e tire suas dúvidas!

img04-09-2014 (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!