O que você está fazendo para envelhecer bem?

O que você está fazendo para envelhecer bem?

O envelhecimento da pele é um processo natural do organismo, mas que pode tanto ser acelerado de forma precoce, ou postergado, em um reflexo dos principais hábitos de vida de cada pessoa.

Mas o que é o envelhecimento precoce da pele? Ele está ligado ao envelhecimento celular e à a morte das células somáticas do corpo, que já não são mais substituídas por células novas, como costuma ocorrer na fase da juventude. Ou seja, fisiologicamente, este envelhecimento da pele está ligado à perda do tecido fibroso e à redução gradual da renovação celular.

Porém, dependendo da genética e do estilo de vida de cada pessoa, esse envelhecimento pode se intensificar, e pode diminuir em até 50% a fisiologia normal da pele até a chamada fase da meia-idade, que gira em torno dos 50 anos de idade. E se considerarmos que a pele é o órgão que mais reflete os efeitos da idade, também podemos observar que sua aparência está diretamente relacionada aos hábitos alimentares e ao estilo de vida de cada pessoa.

Entre os principais pontos que aceleram o envelhecimento precoce da pele estão a radiação ultravioleta, o excesso de consumo de álcool, o abuso de tabaco, poluição ambiental, o aumento do peso corporal e dos níveis de açúcar no sangue, entre outros. Considerando que os principais fatores que provocam o envelhecimento precoce da pele podem ser evitados, confira a seguir os principais erros e acertos na hora de cuidar da sua pele:

Antes de mais nada, para manter a pele bonita e saudável em meio à rotina corrida do dia a dia, é preciso ter determinação. Isso porque, pode ser um grande desafio para muitas pessoas dedicar alguns minutos somente para si.
Mas estes minutos são preciosos e podem fazer toda a diferença a longo prazo, porque durante o dia, a pele fica exposta aos raios solares, à poluição, aos produtos químicos e à variação de temperatura e tudo isso, aliado a mais outros fatores, como má alimentação, contribuem e aceleram o envelhecimento precoce da pele.

Por isso, o acompanhamento através de consultas rotineiras ao dermatologista também é importante para monitorar como sua pele se comporta e poder identificar quais fatores podem contribuir para o envelhecimento, como idade, nível de agressão cutânea e alimentação, para então seguir um tratamento adequado.

Confira a seguir, algumas dicas que devem ser aplicadas e outras, do que você deve evitar, ao cuidar da sua pele, para reduzir e evitar seu envelhecimento precoce. Confira!

O que fazer:
1. Rotina de cuidados diários: Manter uma rotina diária de cuidados com a pele é fundamental para mantê-la saudável e prolongar seu aspecto rejuvenescido. Estes cuidados diários incluem a limpeza com um sabonete específico para o rosto e adequado para o seu tipo de pele;
2. Maquiagem: Ao fazer uso de maquiagem, é muito importante que ela sempre seja removida antes de dormir. A remoção pode ser feita com demaquilante ou água micelar, que auxiliam em uma limpeza mais profunda da pele;
3. Cuidados noturnos: é indicado que à noite, seja aplicado um ácido indicado por um dermatologista. O uso de ácido é importante porque acelera a renovação das células e ajuda a tratar e prevenir rugas, além de estimular o colágeno da pele;
4. Hidratação: é muito importante manter a pele sempre hidratada, com um creme adequado para o seu tipo de pele. Consulte um dermatologista para saber a frequência de uso indicada e os produtos mais adequados.
5. Consuma bastante água: a pele não é um órgão isolado do corpo, ou seja, para manter um bom aspecto da pele, é muito importante que o corpo como um todo esteja bem e principalmente hidratado. Afinal, um equilíbrio na hidratação corporal reflete no bom funcionamento de todos os órgãos, além de manter as células “inchadas”, eliminando o aspecto rugoso.

O que não fazer:
1. Esfoliação frequente: uma das questões mais recorrentes é a esfoliação frequente da pele, que não é indicada, porque realizada em excesso, acaba ocasionando um excesso da oleosidade da pele, que a longo prazo, contribui para um envelhecimento precoce.
2. Produtos milagrosos: Acredite, não existe nenhum produto para a pele que seja realmente milagroso. Os efeitos positivos da pele de cada pessoa são consequência de uma combinação de tratamentos rotineiros aplicados corretamente e com acompanhamento de um dermatologista, pelo menos uma ou duas vezes ao ano, conforme a necessidade de cada tipo de pele.
3. Durma bem! Muitas vezes a rotina intensa acaba contribuindo para noites mal dormidas ou de poucas horas de sono e isso não é ruim somente para o corpo e a mente que não descansam, mas também prejudica a pele. Isso porque um sono de qualidade ruim ou insuficiente, aumenta a produção do hormônio cortisol, que favorece o envelhecimento das células corporais, inclusive as da pele.

Fonte: claudia.abril.com.br
https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/envelhecimento/4/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!