Gordura Localizada o que fazer?

Quando são ingeridas mais calorias do que são gastas, o corpo tende a armazenar essa energia nas células de gordura, que por sua vez aumentam de volume. A gordura localizada é o depósito de gordura corporal em determinados locais do corpo através da ação hormonal e do excesso de gordura corporal.

Nas mulheres as regiões dos quadris, glúteo, costas, flancos e abdome, ficam localizadas as células metabolicamente ativas, ou seja, vão acumular gordura gerando a gordura localizada. Esse acúmulo de gordura também comprime os vasos sanguíneos, o que leva à formação de edemas, resultando em inchaço.

Mas existe sim tratamento para ajudar na eliminação da gordura localizada. Como:

Ultrassom

O ultrassom emite ondas sonoras que promovem vibrações mecânicas nos tecidos subcutâneos. Essas vibrações aumentam a circulação local e alteram a permeabilidade da membrana das células de gordura, favorecendo o extravasamento do seu conteúdo que será reabsorvido e eliminado pelo organismo.

É um tratamento muito eficaz, que pode ser associado a outros tratamentos e até mesmo utilizado juntamente com medicamentos lipolíticos (que auxiliam na quebra de gordura). A técnica é contraindicada para gestantes e portadores de próteses metálicas, marca-passo, NEOPLASIAS ou diabetes.

Endermologia

A endermologia faz uma espécie de sucção do tecido tratado, rompendo células de gordura ou provocando o seu remodelamento. Além disso, ela destrói as fibras endurecidas que caracterizam os nódulos de celulite em grau adiantado. Todo esse estímulo também melhora a drenagem de líquidos no corpo todo.

A técnica trabalha mais no remodelamento das células de gordura do que na sua destruição. Também é indicada para tratar celulite, gordura localizada, reafirmação cutânea, contornos da silhueta e intervenção pós-cirúrgica (amenizando fibroses decorrentes de lipoaspiração, por exemplo). É contraindicada para pessoas com varizes, pessoas com menos de 40 dias de pós-operatório e gestantes. Os resultados costumam ser observados após 10 sessões.

Intradermoterapia

A intradermoterapia pode ajudar no tratamento de gordura localizada, mas deve ser coadjuvante a outros tratamentos. Ela é feita através de injeções com substâncias lipolíticas – que promovem a quebra da gordura – aplicadas com pequenas agulhas em múltiplos pontos na área de tratamento. Como contraindicações, temos: alergias aos medicamentos usados, tumores locais, lesões na pele, infecções locais e gestação.

Radiofrequência

A radiofrequência é um tratamento indicado tanto para o rosto como para o corpo. Consiste no uso de uma tecnologia que eleva a temperatura da pele de 36 a 42º C, aproximadamente, atingindo as camadas de colágeno e fibras elásticas. O resultado é uma pele mais saudável e vistosa, além da queima de gorduras localizadas que tanto incomodam.

Se interessou? Agenda já seu horário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!