Proteção Solar: uma necessidade diária

O sol é o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo e pelo surgimento do câncer de pele. Durante o verão ficamos mais tempo ao ar livre e expostos ao sol, aumentando o risco de queimadura solar. Exatamente nesta época, o ultravioleta B, principal causador do câncer da pele, apresenta maior intensidade, por isso, todos os cuidados devem ser tomados para evitar a ação danosa do sol.

Dicas de verão - Clinica Felipe Meletti

Seguindo as orientações abaixo, você poderá aproveitar o melhor do sol protegendo sua pele:

1. Evite exposições prolongadas e repetidas ao sol. Queimaduras solares acumuladas durante a vida predispõem o câncer da pele.

2. Evite se expor ao sol nos horários próximos ao meio-dia. O horário entre 10 e 16 horas tem grande incidência de raios ultra-violeta B, principais responsáveis pelo surgimento do câncer da pele. Procure a sombra neste período.

3. O bronzeamento ocorre gradativamente. A pele leva 48 a 72 horas para produzir e liberar melanina, pigmento que dá cor à pele. Portanto, não adianta querer se bronzear em um só dia. Se expor demasiadamente ao sol não vai acelerar este processo e sim irá causar queimaduras produzindo danos irreversíveis a sua pele.

4. Use sempre barraca de praia, bonés, viseiras ou chapéus. A maioria dos cânceres da pele ocorrem na face, portanto, proteja-a sempre. Não se esqueça de proteger os lábios e as orelhas. As barracas devem ser grossas, para bloquear a passagem do sol.

5. Aplique generosamente o filtro solar, 20 a 30 minutos antes da exposição solar. Este é o tempo necessário para a estabilização do protetor solar na pele, de modo que sua ação ocorra com maior eficácia. Faça isso de preferência em casa, sem pressa. Lembre-se de reaplicar o filtro a cada 2 horas ou após mergulhar ou transpirar em excesso.

6. Use filtro solar com FPS 20 ou maior. FPS é a abreviação de Fator de Proteção Solar e significa que usando um filtro com FPS 20 sua pele levará 20 vezes mais tempo para ficar vermelha do que sem proteção. Pessoas de pele muito clara ou que tenham sardas, devem usar filtros com FPS 30 ou maior.

7. Use o filtro solar adequado para a sua pele. Se você tem tendência a acne ou excesso de oleosidade prefira fotoprotetores em gel, gel-creme ou que contenham no seu rótulo a especificação “oil free”. Para peles secas, os filtros em creme e loções cremosas são ideais. Os fatores mais altos tendem a ser mais oleosos. O uso do filtro inadequado é uma das causas de acne em adultos.

8. Peles claras e pessoas ruivas exigem maiores cuidados, pois são mais propensas ao câncer da pele. Pessoas de pele muito clara nunca se bronzeiam, portanto não insista em querer se bronzear, você só ir se queimar e danificar sua pele.

9. Mormaço também queima. Não se engane. Mesmo nos dias nublados, até 80% da radiação ultravioleta pode atravessar as nuvens e chegar a Terra. Portanto, use filtros solares também nestes dias.

10. Filtro solar deve ser usado diariamente. Mesmo que não seja na praia, use filtro solar nas áreas expostas para evitar o dano solar que se acumula durante os anos de vida.

11. A proteção das crianças é responsabilidade dos pais! Proteja as crianças e estimule os adolescentes a se protegerem. Este é um hábito que deve ser formado desde cedo. Cerca de 80% da exposição solar acumulada durante a vida ocorre até os 20 anos de idade, sendo muito importante a proteção solar nesta época da vida.

12. Roupas com proteção ultravioleta: Uma nova tecnologia desenvolvida na Austrália e disponível no Brasil são as roupas com proteção UV. O termo Fator de Proteção Ultravioleta (FPU) designa a quantidade de Radiação que é absorvida pelo tecido, tendo a máxima proteção de FPU 50+. Ao contrário das roupas comuns, nas quais as cores claras bloqueiam menos a radiação do que as cores escuras, nos tecidos com FPU o bloqueio independe da cor do tecido, obtendo sempre o fator de proteção indicado na etiqueta. São ideais para a prática de esportes ao ar livre e aquáticos, para crianças e pessoas muito sensíveis ao sol.

13. Alimentação. Alguns alimentos podem ajudar na prevenção do dano solar, como cenoura, abóbora, mamão, maça e beterraba, pois contêm carotenóides, substâncias que se depositam na pele e retém as radiações ultravioletas.

14. Auto – bronzeadores. São uma boa opção para aqueles que não dispensam uma “corzinha” no verão mas querem manter a pele saudável. Os produtos não estimulam a produção da melanina, pigmento que dá cor a pele, portanto, na verdade, não estão bronzeando, mas apenas tingindo a pele . Não causam dano algum, a não ser naqueles que tenham alergia aos componentes do produto. O inconveniente é que, em algumas pessoas, a coloração da pele não fica natural, portanto, recomenda-se experimentar o produto em uma pequena parte da pele e observar se a cor fica adequada para em seguida aplicar no resto do corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!