Suor excessivo: não sofra mais!

img19-06-2014

Seja de origem orgânica ou psicológica, há muitas opções terapêuticas para eliminar o problema.

Se você é daqueles que sua em excesso porque vai falar em público, ou então participar de uma reunião importante, não se preocupe. Muito mais comum do que se imagina, a transpiração em excesso é um distúrbio causado por fatores psicológicos ou orgânicos, mas tem solução. Muitas vezes, simples mudanças no cotidiano ajudam a amenizar o incômodo.

Conhecida como hiperhidrose localizada, o excesso de transpiração — em especial nas axilas, palmas das mãos e plantas dos pés — incomoda bastante, mas não é caracterizado como doença. Neuro-hormônios, como o cortisol, secretados em situações de estresse e ansiedade, interferem no funcionamento das glândulas sudoríparas écrinas (localizadas em toda a derme, com saída pelos poros) e apócrinas (que existem principalmente nas axilas e virilhas, e que excretam suor pelo folículo pilossebáceo), aumentando a transpiração, independente da temperatura externa. A pessoa pode transpirar muito nas mãos e pés ou apenas nas axilas ou na testa, conforme a predisposição orgânica.

Quem tem tendência genética à hiperhidrose localizada costuma perceber o problema já na adolescência. O aumento da produção dos hormônios sexuais durante a puberdade estimula a sudorese nas axilas e na região genital, o que pode determinar uma mudança súbita do odor nestas áreas e manchar as roupas.

Venha a Clínica Felipe Meletti e descubra como tratar o suor excessivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende uma Avaliação!